A Menina e o Violão

A Menina e o Violão

A menina tocava, como quem encanta serpentes e sorria como quem voa com as notas saídas de seu violão.

Cada nota tocada saía pelo mundo passeando por entre os meses, parando em cada estação.
Não é som, é dom de transformar tudo em versos e poesias.
Música sem voz, apenas som, sentimento da alma.
Na primavera , cada nota é flor a desabrochar e perfumar o jardim da senhorinha sozinha ,viúva, sem netos.
No verão é água brotando do asfalto, fazendo chafariz pra quem nem sabe o que é piscina.
No outono é folha de plátano voando livre , levando um beijo de saudades de um amor distante.
E no frio do inverno as notas do violão são um convite a reunir os amigos em torno da fogueira, reunir lembranças e histórias, aquecendo o coração.
E a menina para de tocar e fica chorando e sorrindo, lembrando das notas que deixou voar e dos voôs que ousou voar, ousou sonhar, ousou tocar.
Carine Dias Soares

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Suspiro

Daqui, vejo melhor as coisas, já não me sinto impressindível e nem tão pouco desnecessária, me sinto um apenas, um somente, que nada tem a ver com tudo isso.

As engrenagens continuam a girar e o relógio não parou, pelo contrário a harmonia reina silenciosa e doce pelos corredores.

Uma experiência de quase morte sem quase ter morrido, poder olhar o mundo além do vidro.

Está tudo ali onde sempre esteve, e eu onde estive esse tempo todo?

Suspiro...

Preciso achar meu lugar.


sábado, 25 de agosto de 2012

Horário Eleitoral Brasileiro

O horário eleitoral começou, é hora de buscar algum programa bacana nos canais pagos ! Errado, é hora de sentar e assistir cada um dos candidatos, analisar as propostas e se indignar com a cara de pau deles na hora de pedir o nosso voto.

Muitas pessoas dizem que odeiam política, que não nasceram pra isso, mas levanta a mão que nunca, foi líder de turma, participou de um diretório acadêmico ou síndico de edifício. 

Tudo bem deve ter uma galera que nunca foi nada disso, mas de alguma forma ajudou a eleger um amigo, ou colocou lenha na fogueira diante de uma discução calorosa sobre o preço da gasolina.

Pois bem, todos nós somos seres políticos, seja na linha de frente ou nos bastidores, seja no boteco com os amigos ou no cabeleireiro. 

Até aqueles que se omitem nas discuções, são seres políticos, que preferem manter-se alheios a qualquer discussão, mantendo seus interesses.

Durante muito tempo fui militante de um partido político, mas quando entramos de cabeça nesse meio, descobrimos que nem tudo que parece é. 

Sabe aquele truque de limpar só onde passa a prossição e empurrar o resto da sujeira pra baixo do tapete?

Ao me desfiliar do partido, não me desfiliei das minhas ideias e convicções, e ao contrário de muitas figuras políticas que um dia admirei, me mantive integra e honesta.

Sei que são poucos (muito poucos) os políticos que ainda preservam algum caráter e que buscam mais que seus próprios interesses, mas se ficarmos alheios ás discussões e debates, se desligarmos a tevê no horário eleitoral, com certeza seremos muito mais facilmente manipulados como marionetes nas mãos dos eleitos.

 

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Encontrando minha força...


Certa vez, li  que em algumas aldeias indígenas existe um ritual de passagem para a fase adulta, onde um índio jovem entra sozinho na mata mais fechada longe de sua aldeia e fica alguns dias lá sozinho, sem armas, sem comida, até encontrar o seu "protetor", uma espécie de bicho, força da natureza que lhe servirá de talismã.
Além da busca pelo seu talismã, (digamos assim), cada índio encontra o seu eu, suas características, habilidades de força e coragem que serão marcas bastante expressivas de sua personalidade e serão de grande valia para a tribo.
Durante o tempo em que passei no hospital, me senti entrando na mata, encarei todos os meus medos e fragilidades, encontrei minha força e coragem.
Na noite do pós operatório, fiquei a noite toda acordada fazendo um preparativo para a cirurgia, e como o Arthur não podia ficar comigo, encarei essa sozinha.
Cofesso que tive medo, chorei de saudades de casa, do meu filho e do meu marido, senti uma solidão sem fim ali naquele quarto enorme em meio a uma noite fria e triste. Mas lá pelas tantas, fui sendo tomada por um sentimento de coragem e força, uma vontade de vencer o desafio e sair vitoriosa.
Quando o dia amanhecia, pude ver da janela o sol nascer tímido por entre as nuvens e enfim chegou o momento de ir para a sala de cirugia e dizer estou pronta!
Ao contrário do que pensei, me mantive calma e sem que percebece os efeitos da anestesia, adormeci e me deixei envolver em sonhos que me fizeram flutuar, envolta em uma névoa, com sons de pássaros e água, senti as forças da natureza e mais, me senti parte dela.
Meu despertar foi suave e leve, como se voltasse ao meu corpo depois de longo passeio, e se meu corpo estava lá todo cheio de curativos e ainda entubado, minha alma estava leve e fortalecida para encarar o que ainda estava por vir.
Continua...

domingo, 10 de junho de 2012

Viver, vivendo...

Andei um tempo reclusa nem sei onde. Não posso dizer que estive com meus pensamentos, pois nesse meio tempo tentei fugir deles, como quem foge de assombração.
Nessa fuga sem fim, acabei descobrindo coisas que gosto e perdendo medo de outras.
Descobri que gosto de beber Martini com gelo e H2O de limão (experimente é uma delícia!), descobri que uma latinha de cerveja não me derruba mais e que receber os amigos em casa não é assustador e sim muito divertido.
Bastou a hipótese de ficar fora de cena que resolvi assumir o papel de atriz principal e estrear novos espetáculos todos os dias.
Parece que entrei na onda daquele filme"Sim Senhor", estou topando tudo, festas, passeios, viagens, o que pintar eu topo, e tem sido muito legal.
A diversão é garantida, o feriado fica maior, o dia mais colorido, o abraço mais apertado e o céu sempre estrelado.
Pois é a vida ensina a viver, e viver é tão legal que não quero perder nenhum minuto sem curtir e aproveitar cada momento.

Carine Dias Soares

terça-feira, 3 de abril de 2012

Bala Soft

Nas incontáveis vezes que chorei, nem sempre foi de tristeza e mesmo na tristeza, nem sempre foi ruim.

Chorar não é sinal de fraqueza e sim coragem de se dizer
assustado, despreparado para encarar o que a vida nos reserva.

Sempre que não chorei, tentando demonstrar força e sobriedade, senti como se estivesse com uma bala
soft entalada na garganta.

Quem já se afogou com uma bala
soft na infância sabe que uns tapas nas costas ajudam e quando a bala sai, salta longe de um golpe só, independente do que tiver na frente, e caia onde cair.

Assim é o resultado de ficar guardando tudo para si mesmo, segurando as lágrimas e fingindo não ter medo.


Não adianta fugir do que sentimos, pois um dia vem a tona, e nos torna muito mais vulneráveis e fragilizados do que quando explodimos de imediato declarando nossos sentimentos.


Então, não deixe a sua bala
soft entalada na garganta, expresse o que sente, diga o que deve ser dito, preserve a sua sanidade mental, sua saúde emocional e evite as doenças do corpo e da alma, por medo de ser você.

Carine Dias Soares

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Suse até breve :)

Faz tempo que não escrevo eu sei, mas isso não significa que meus pensamentos tenham parado de voar e que meus dedos mesmo que no imaginário tenham parado de teclar.

Muitas vezes minha alma precisa de repouso e sossego para colocar as ideias em ordem.


Sempre fui do tipo saudosista, penso que na verdade isso sempre foi mais uma fuga do que um jeito de ser propriamente dito. É bem mais fácil procurar os amigos nas lembranças, que se permitir viver intensamente uma amizade com todos os prós e contras que exigem as relações.


Foi preciso tempo, anos aliás para sair do meu cantinho e reencontrar minhas memórias para depois dizer adeus.


Acredito que é preciso se desapegar das lembranças para se permitir viver o que ainda está por vir.

O reencontro com os antigos amigos, as novas amizades que surgem, tudo isso nos mantém,alimenta a alma e nos revela quem somos.


Por medo de me decepcionar, ou de ficar só, sempre busquei a solidão como uma opção, quando na verdade era uma possibilidade única de me sentir menos vulnerável aos percalços da vida.


Enfim consegui me libertar, e resolvi viver o hoje e me alimentar da certeza de um futuro. E quanto ao passado? Bem, o passado me trouxe até aqui e de agora em diante sigo em frente comigo mesma, com minhas alegrias, e tristezas, assumindo minhas fraquezas e incertezas, mas sempre em frente.


Dia desses encontrei a Suse, uma amiga dos tempos de magistério. Nós almoçamos juntas antes que ela retornasse a NY.

Ao sair de casa pensei em levar a máquina para registrar o momento, mas pensei melhor e decidi que daqui pra frente, as lembranças que me desculpem mas prefiro viver o presente.


Suse até breve !!!


Carine Dias Soares

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Um pouco das férias...




POIS É NÉ...

Faz um tempão que não posto nada, mas ando envolvida em alguns projetos. Estou cofeccionando cenários para as minhas joaninhas enquanto elas estão de férias, curtindo altas aventuras em uma ilha sei lá onde.
Com certeza em março já teremos novidades para postar aqui no blog, e eu fico por aqui mesmo, curtindo um calor, indo pra piscina, e inventando moda.

Beijinhos :)

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Hoje Acordei mais Cedo

Hoje acordei cedo, antes das sete horas. Faz tempo que não acordo cedo sem ter compromisso, e foi bom, muito bom.

Tão bom acordar cedo né? Acordar não só no sentido de sair da cama, mas sair para a vida, pra coisas que realmente importam e fazem a vida valer a pena apesar dos trancos e barrancos ao longo do caminho.


Sei que muitas vezes reluto o máximo possível na hora de levantar, fico até o último minuto naquela preguicinha esperando o relógio despertar novamente, e assim pular da cama e sair a mil pelo Brasil.


Estou pensando em acordar mais cedo, observar o ritmo das nuvens que encobrem o sol, ouvir o canto dos pássaros no amanhecer, sentir o silêncio das primeiras horas da manhã.


Preciso me conectar à natureza, aproximar minha alma do universo, me fortalecendo na energia vinda dos elementais.


Sempre é tempo de acordar, abrir a janela e enxergar, sentir, respirar a esperança de um novo dia.


Carine Dias Soares

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Meu Primeiro Afilhado...


Esse fofinho aí em cima é o meu primeiro afilhado, o nome é Gabriel !

Já estou ficando uma dinda bobona com esse garoto, mas também, quem resiste aos encantos de um bebê ?


Criança é assim mesmo, tem o poder de transformar a vida da gente, trazendo alegria, amor e união pra família.


Lembro que quando o Pedro nasceu, fiquei muito feliz e ficava horas e horas do meu dia só olhando aquela carinha linda, acarinhando as mãos, contando e recontando os dedinhos para ver se todos estavam no lugar e verificando durante o sono se ele estava respirando, se estava com frio ou suando.


As crianças mudam nossa vida pra sempre, educar não é fácil exige pulso firme, amor e dedicação, e nessa convivência com o Pedro, descobri que não serei a mãe que quis ser, mas a mãe que o Pedro precisa que eu seja pra ele.


Espero continuar melhorando a cada dia para ser uma mãe melhor e ser uma dinda bacana, que possa ser mais presente para o Gabriel que meus dindos foram pra mim.


Carine Dias Soares mãe do Pedro e dinda do Gabriel.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Mais um filminho...

video
É isso aí gente, este é o terceiro, espero que gostem !!!

No Divã...

Fico me perguntando se escrever é um refúgio ou acalento; ainda não sei a resposta, mas o fato é que escrever me leva a novas leituras do mundo e de mim mesma.

Ando sentindo falta dos amigos dos tempos de escola, das amigas inseparáveis.

Sabe aquelas que juramos nunca nos separar, viver grudadas para todo o sempre?


Pois é, percebo que sou ótima em fazer amigos , mas péssima em mantê-los. Não que brigue com eles, não é isso, mas me distancio quando a coisa fica mais séria.

Tenho uma p... dificuldade em encher a casa de gente, tenho medo de não atender bem as pessoas, de deixar a desejar, tenho medo de amizade grude que não deixa respirar, sei lá...sou muito neura com esses lances e aí me afasto das pessoas para não desapontá-las.


Quando criança era tudo tão mais simples, era só combinar a hora e reunir a turminha pra brincar, hoje fico aqui reecontrando os amigos pela internet.


Essa semana em especial ando meio grilada com umas coisas que não convém entrar em detalhes ainda, mas tenho sentido saudades de vocês meus amigos e amigas da vida a fora.

Tenho pensado muito no meu filhote, no meu marido, na minha família, mas em especial em vocês que não vejo a um zilhão de anos.

É só saudade, saudade só.


Carine Dias Soares

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Meu segundo filminho!!!

video

Pergunte ao Pedrinho


Pedro e eu inventamos uma brincadeira bem legal, o nome é "Pergunte ao Pedrinho". Então vamos lá:

Por que o céu é azul? Porque o dia está bonito.


Por que o sol aparece durante o dia? Porque a terra gira e quando a lua está na frente do sol ele some e aparece só quando é dia.


Por que os chineses comem com palitinhos? Porque não gostam de colher.


Por que o gelo derrete no sol? Porque o sol esquenta o gelo e ele vira água.

Se você quiser resposta para alguma de suas incognitas é só postar aqui no blog a sua pergunta, que o Pedro responde pra você.


Carine Dias Soares e Pedro Arthur Soares Lompa

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Personagem 01: A Luta Continua

Como quem perde um objeto importante, refaço o caminho da minha vida, me pergunto em que lugar esqueci de mim.
Onde foi que abandonei meus sonhos e me deixei levar pelas prioridades ?
As coisas parecem estar no mesmo lugar me esperando, mas será que ainda me reconhecerão depois de tanto tempo longe, já desfigurada pelos tropeços da vida?
Quando deito já não sonho, durmo direto, também já não rezo...Quando saio, não passeio, vou a algum lugar, não lancho, simplesmente me alimento para manter meu corpo vivo.
Me pergunto se ainda vivo ou sobrevivo em meio ao caos? Tudo parece estar de pernas pro ar, me sinto aprisionada na preguiça de levantar.
Tomo banho para que as baratas não me roam a carne, assim como meus ideais forão roídos pelo idealismo do mundo capitalista, do senso comum burro que corrompe e destrói a minha identidade.
Talvez fosse mais simples me deixar levar pela maré da hipocrisia, me afundar num mar de ignorância e estagnação.
Não, não sou assim, um ser de acomodação, sou ação, vento correndo aos quatro cantos do mundo e lutando mesmo que só, por tudo que acredito!

Carine Dias Soares

Mais ou menos assim...


É preciso ser saudade para ser chegada,

Ser amor para ser amada


Ter mistérios para ser desvendada


E loucura para ser livre...


Carine Dias Soares

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Pintou as Unhas de Azul e foi Dormir...

Fazia um friozinho gostoso, mas o dia estava cinza lá fora.
Alice queria ficar em casa pois detestava dias cinza e chuvosos, com aquela chuva fininha que parece que não molha e molha até as calcinhas.

Sem ter o que fazer resolveu pintar as unhas, algo diferente, uma de cada cor, verde,rosa, amarelo, roxo e laranja, mas quando terminou, olhou e não gostou. Pegou acetona tirou tudo de qualquer jeito, e escolheu outra cor, um renda bem singelo, pintou uma, duas, três unhas e disse: ai que horror sem cor!


Tirou tudo outra vez e resolveu fazer um xadrez, pintou todas de preto e fez as listras brancas, olhou esperou secar, comeu um chocolate meio amargo e pensou: preto com branco dá cinza...eu odeio cinza, urgh !


Pegou o frasco de acetona e um maço de algodão e tirou tudo de novo, unha por unha bem ligeiro, e quando terminou disse a si mesma: por hoje é só não pinto mais.

Sentou no sofá, trocou de canal uma dezena de vezes e nada, tudo chato e sem graça, tédio total.

Foi então que Alice olhou para as paredes e disse: é isso, vou pintar de azul, eu adoro azul, a cor do céu, do mar do meu time do coração é azul a solução.


Pegou sua caixa de esmaltes, sentou na mesinha da cozinha e foi pintando unha por unha uma de cada vez, até terminar de pintar todas até as dos pés.

Pegou palito e tirou todos os borrões, já passava da meia noite quando terminou e deixou impecavelmente lindas, olhou, namorou as unhas, fotografou...

Pintou as unhas de azul e foi dormir...


Carine Dias Soares

domingo, 15 de janeiro de 2012

Pessoas e Árvores


Tem dias que é tudo cinza mesmo. E tem como não ser? Bem só se você quiser, mas tem todo o direito de não querer né?! Sabe, as árvores mas lindas e mais frondosas perdem suas folhas no outono e alguns dizem que ainda assim ficam lindas, com um ar melancólico e triste, mas ainda assim lindas.

Vejo uma enorme semelhança entre pessoas e árvores, pois pessoas tem um tempo de brotar, florescer, dar frutos e ver as folhas caírem, para depois começar tudo de novo, assim como as árvores.


Talvez esse seja o seu momento de ver as folhas caindo, ao invés de se lamentar, assista a beleza de vê-las voando ao vento de despedindo de você, pense que todas estão indo embora, até aquelas que estavam machucadas pelo tempo, ou cheia de fungos e mágoas.


Prepare-se para os frutos vindouros, e por mais que esteja neste momento sem esperanças, que se sinta frágil e despreparado, uma nova folhagem vai surgir, as flores e consequentemente os frutos que virão em abundância.


Suas raízes são fortes e em solo fértil adubado de amor, ética, sabedoria, bondade,lealdade e coragem.


Dentro de você há força suficiente para continuar lutando, abra bem os olhos e procure dentro de você o caminho a seguir, o que você procura, não está em lugar nenhum se não estiver dentro do seu coração.


Carine Dias Soares

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Positive Vibration...

Nós dois...

Que bom saber de você nesses confins do mundo,
Sei que nenhum dia te esqueceu de mim,
E os segundos eram séculos a minha espera,
Eis-me aqui pronta e inteira,
Refeita da longa saudade que tua ausência plantou em meu coração,
Mergulhei fundo nas raízes da alma que me fizeram enxergar um futuro, em que serias apenas meu e eu tua,
E viveríamos do ostracismo do nosso amor, na ilha de nós dois.

Carine Dias Soares

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A pedidos dos leitores do Facebook ;) E eu continuo mordendo viu !

Existem pessoas que se utilizam de qualquer situação ou circunstância em benefício próprio, realizam-se plenamente enganando os outros e "tirando" todo mundo para bobo.
O que elas não sabem é que antes de enganar os outros, estão na realidade enganando a si mesmas.
Odeio hipocrisia e falta de caráter, pessoas desse tipo não tem nenhuma moral comigo.
Gosto de pessoas honestas sinceras e que jogam limpo, gosto das pessoas más e cruéis que dizem ao que vieram e detesto as falsas boazinhas que ficam cheias de gracinhas para seduzir e manipular as pessoas.
Nenhum bicho me morde, por que eu mordo antes !

Postei no meu face no dia 26.10.2011

Carine Dias Soares

Pensando no Chuveiro...

Durante o banho, estava eu lá em meio a espuma e aquele cheirinho gostoso de sabonete no ar, quando comecei a pensar nas relações homem/mulher, no valor que as pessoas atribuem umas as outras e a si mesmas.
Acredito que cada um de nós tem algo especial que precisa ser desvendado, mas não para os outros somente, em primeiro lugar para si mesmo.
Ficamos nessa neura de encontrar alguém, um par perfeito que nos realize plenamente, e muitas vezes essa busca desmedida pela felicidade amorosa, acaba nos fazendo meter os pés pelas mãos.
Deixamos de nos curtir, de viver nossas aventuras, nossas desilusões, nossos dias de chuva com um filme meloso na teve e uma bacia enorme cheia de pipocas !
Antes de encontrar o amor da sua vida, ame-se, adore-se, toque-se e descubra-se, a delícia da vida está no encontro de si mesma.
Será que você sabe do que gosta realmente, ou se guia por esses sites de horóscopo e adota todo aquele estereótipo pra si ? Sua cor da sorte é realmente a azul como diz o seu signo? Você é extrovertida e a cor de batom favorita é a rosa chá mesmo?
Pare com isso já !
Você vai dizer quem você é, a que veio, sem intermediários, sem testes de revista, sem horóscopo do facebook, sem ficar nessa de buscar na Internet algo que expresse seu humor, sua dor, sua vontade de deixar de ser só.
Saiba que ser só, é estar ausente para si mesma. Se você não consegue dar conta da sua companhia, se é incapaz de sair com as amigas para tomar um chopp sem pensar no quão legal seria ter um amor...você ainda não está pronta para ser o par ideal de ninguém.
Saia com os amigos para acampar, divirta-se com o clube das Lulus, viaje nem que seja na maionese, assista a novela das seis, enfim, seja legal com você !
Com certeza alguém vai se sentir atraído pela sua alegria de viver e vai querer ser parceiro nessa aventura que é viver a dois.

Carine Dias Soares

domingo, 1 de janeiro de 2012

Meu primeiro Filminho...

video
Hoje foi um dia de comer, rezar e amar. Na verdade, foi mais ou menos assim, não exatamente assim como escrevo, mas deu pra entender né?

O meu ócio acabou se tornando criativo, e aos poucos uma centena de fotos virou um filminho, cheio de errinhos e deslizes.

Mas como sou amadoríssima nisso, me dou ao luxo de divulgar entre os amigos.


Assistam com os olhos do coração !!!


Translate

Coisinha de Bruxa

Coisinha de Bruxa
As bruxas podem ser fofas e adoráveis também. Quando eu sou boa eu sou boa, e quando eu sou má, eu sou melhor ainda !!! Hehehehehe...

Tudo Zen

Tudo Zen
Sempre buscando o equilíbrio.

Adoro Bruxinhas ...

Adoro Bruxinhas ...
Sou uma bruxinha, meio maluquinha, nem sempre má e muito menos boazinha.Voando e me equilibrando na vassoura, vejo o mundo de pernas para o ar ! Minhas poções nem sempre dão certo , sou meio atrapalhada com os ingredientes, mas certeira nas minhas intenções ! Nyny Dias

Então...

Vez ou outra passo pelo orkut dos meus amigos só para deixar um oizinho e ficarei feliz em receber o seu oizinho aqui no meu blog.
Tô adorando esse lance de ter um espaço para escrever, expressar meus pensamentos e entendo que isso não deixa de ser um diário com coisas sobre o meu dia, minhas dúvidas, minhas dicas...
Enfim vamos socializar nossas idéias e fazer fluir um montão de coisas boas que cada um de nós pode oferecer ao universo.
Muita PAz, Luz e Alegria para todos nós.
Sejam muito bem vindos!!!