A Menina e o Violão

A Menina e o Violão

A menina tocava, como quem encanta serpentes e sorria como quem voa com as notas saídas de seu violão.

Cada nota tocada saía pelo mundo passeando por entre os meses, parando em cada estação.
Não é som, é dom de transformar tudo em versos e poesias.
Música sem voz, apenas som, sentimento da alma.
Na primavera , cada nota é flor a desabrochar e perfumar o jardim da senhorinha sozinha ,viúva, sem netos.
No verão é água brotando do asfalto, fazendo chafariz pra quem nem sabe o que é piscina.
No outono é folha de plátano voando livre , levando um beijo de saudades de um amor distante.
E no frio do inverno as notas do violão são um convite a reunir os amigos em torno da fogueira, reunir lembranças e histórias, aquecendo o coração.
E a menina para de tocar e fica chorando e sorrindo, lembrando das notas que deixou voar e dos voôs que ousou voar, ousou sonhar, ousou tocar.
Carine Dias Soares

sexta-feira, 4 de março de 2011

O Gostinho do Sucesso



É sempre mais fácil admirar os outros a nós mesmos, pois fomos educados para sermos pessoas humildes, colaborativas e despreendidas.
No entanto, penso que faltou nos educarem para nos auto-elogiarmos, percebendo em nós mesmos qualidades e virtudes, valorizando nossas conquistas.

Quando assumimos o papel de coadjuvante, nos sentimos mais seguros, pois conseguimos passar quase que invisíveis em meio a multidão. Ficamos livres das críticas das cobranças e dos novos desafios que a vida nos impõe.
Como coadjuvantes, conseguimos posar de queridinhos, "simplinhos", fofinhos.
Mas se resolvemos ocupar o papel principal, ficamos na mira das pessoas, e isso pode nos tornar mais populares recebendo os louros, passíveis de críticas sendo vaiados ou ficarmos com a fama de "metido a besta".
Mostrando o que sabemos estamos mais propensos a cobranças e a estar sempre mostrando alguma novidade ou solução criativa.
O fato é que temos que nos valorizar, nos apropriarmos dos conhecimentos adquiridos fazendo valer nossa capacidade e autoridade.
Não devemos nos envergonhar de sermos proeminentes, nem mesmo de nos mostrarmos qualificados e seguros quanto as nossas capacidades.
Como professora, passei alguns anos pensando que era melhor não aparecer muito, deixar meu trabalho dentro da sala de aula e meu currículo na gaveta.Com o passar do tempo, vi que era necessário me impôr, mostrar minhas qualidades, revelar meus projetos, expôr os trabalhos dos meus alunos e minhas ideias, conquistando o respeito e a admiração de muitos dos que me cercam.
Todo o professor tem que ser exibido, meio artista, ator, arteiro, todo o professor tem que socializar ideias e construir ideais.
Vamos experimentar o gostinho do sucesso de nossas realizações !!!
Carine Dias Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

Coisinha de Bruxa

Coisinha de Bruxa
As bruxas podem ser fofas e adoráveis também. Quando eu sou boa eu sou boa, e quando eu sou má, eu sou melhor ainda !!! Hehehehehe...

Tudo Zen

Tudo Zen
Sempre buscando o equilíbrio.

Adoro Bruxinhas ...

Adoro Bruxinhas ...
Sou uma bruxinha, meio maluquinha, nem sempre má e muito menos boazinha.Voando e me equilibrando na vassoura, vejo o mundo de pernas para o ar ! Minhas poções nem sempre dão certo , sou meio atrapalhada com os ingredientes, mas certeira nas minhas intenções ! Nyny Dias

Então...

Vez ou outra passo pelo orkut dos meus amigos só para deixar um oizinho e ficarei feliz em receber o seu oizinho aqui no meu blog.
Tô adorando esse lance de ter um espaço para escrever, expressar meus pensamentos e entendo que isso não deixa de ser um diário com coisas sobre o meu dia, minhas dúvidas, minhas dicas...
Enfim vamos socializar nossas idéias e fazer fluir um montão de coisas boas que cada um de nós pode oferecer ao universo.
Muita PAz, Luz e Alegria para todos nós.
Sejam muito bem vindos!!!